DEDUÇÃO
A dedução é a operação que consiste em passar de uma ou mais
proposições, tomadas como premissas, para uma nova proposição que é a
sua consequência necessária.

Trata-se portanto de um movimento que extrai de um princípio geral uma
conclusão particular. Passa das leis para os factos ou das causas para os
efeitos e, por isso, as suas conclusões são proposições apodícticas ou
necessárias (que não poderiam ser de outro modo).

Exemplo:
«Todos os homens são mortais.
Pedro é homem.
Pedro é mortal.»

Existem alguns princípios lógicos que servem de base à dedução. É o caso
dos princípios da
não-contradição, da identidade e do terceiro
excluído
. Estes três princípios são o fundamento mais sólido da dedução,
na medida em que possuem, desde logo, um carácter verdadeiro,
necessário e imediato, sendo evidentes ao espírito.



Rui Alexandre Grácio
 
VocAbulário
 
© Rui GrÁcio 2015